EVENTOS

e-mail: peses@esjcff.pt

Equipa

Madalena Monteiro

Manuela Amorim

Dulce Cação

Paula Feteira

Paula Indio

P.E.S.E.S. 2016/2017

P.E.S.E.S. 2015/2016

HISTÓRICO

 

BANDA DESENHADA - Com Arte… na Saúde

No âmbito do projeto/turma de Educação para a Saúde e Educação Sexual e subordinada à temática comportamentos de risco, o professor Paulo Diogo desenvolveu com os alunos do curso de artes visuais um conjunto de trabalhos que estão expostos no átrio da nossa escola.
A comunidade escolar tem assim oportunidade de apreciar estas criações de banda desenhada realizadas pelos alunos do 10º E, desenvolvidas na disciplina de Desenho A - unidade didática: alto contraste. A técnica utilizada foi tinta-da-china sobre papel. O trabalho de pesquisa e reflexão que antecedeu à obra/criação, pressupôs uma procura de sentido por parte do jovem autor.

Sendo a educação sexual um traço dominante nas histórias contadas, os jovens artistas mostraram, desta forma, que a arte também pode contribuir para a formação de cidadãos conscientes e críticos nesta temática, por um lado, e por outro, que se pode trabalhar a educação sexual nas escolas apelando à criatividade artística dos alunos - um poderoso e apelativo veículo de sensibilização e prevenção de comportamentos de risco.
Uma seleção de 9 trabalhos vai estar presente na 14ª Mostra de Jovens Artistas da Figueira da Foz – de 21 de abril a 12 de maio de 2017 na sala multiusos do Esp@-ço Jovem do Paço de Tavarede

 

Cabaz da Páscoa - Porque na Páscoa também é Natal!

 

 

 

 

 

 

"Natal é quando o Homem quiser" e, assim, na Páscoa, como período de renovação do espírito de partilha, vem a equipa do PESES apelar, junto de toda a Comunidade à recolha de bens alimentícios para poder encher um grande OVO DA PÁSCOA, a repartir por aqueles que, na nossa Escola, deles mais necessitam.

Até final do 2º período (4 de abril), irá estar junto da escadaria que dá acesso ao túnel um grande cabaz para recolha de todas as ofertas.

Para o OVO encher, algo queremos trazer!

 

Orientação sexual-rede Ex-aequo - 11º ano

Orientação Sexual e Identidade de Género em debate
No âmbito das atividades do PESES (Projeto de educação para a saúde e educação sexual) tiveram lugar no auditório da escola, no dia 7 de março, um conjunto de sessões para os alunos do 11º ano, dinamizadas por um técnico especialista convidado pela UCC (Unidade de cuidados à comunidade) Farol do Mondego. Esta atividade insere-se no âmbito do projeto da rede Ex- aequo – Associação que tem como objetivo trabalhar no apoio à juventude lésbica, gay, bissexual, trans ou intersexo e na informação social relativamente às questões da orientação sexual e identidade de género. Os alunos participaram com bastante interesse, colocaram questões, em sessões muito dinâmicas e esclarecedoras.

 

Delete Cyberbullying (PSP)

Durante o mês de fevereiro tiveram lugar na nossa escola sessões de grupo/turma no âmbito do cyberbullying “aproximações abusivas veiculada pelo uso das redes sociais, “, dinamizadas por agentes da Escola Segura da Polícia de Segurança Pública (PSP), destinadas aos alunos do 9º ano de escolaridade.
Prevenir situações de cyberbullying e promover comportamentos assertivos no uso das redes sociais foram o mote que nortearam esta atividade. Numa sociedade da informação onde as redes sociais assumem um papel preponderante na vida dos nossos jovens, é preciso ter consciência dos perigos.

Segundo a psicóloga Ana Tomás Almeida, o bullying ocorre “quando se pensa existir perseguição e humilhação prolongada por parte de uma ou mais pessoas que se servem do seu poder para intimidar outro mais fraco que passa a ser vitima num relacionamento em que, precisamente o poder e a desigualdade dificultam que a última se proteja.”
O agressor vale-se das tecnologias para se manter no anonimato, fazendo uso e difundindo informação (fotos ou vídeos íntimos, por exemplo) para fins difamatórios, em formato electrónico, através de meios de comunicação como e-mail, SMS, MSN ou das redes sociais (facebook, HI5, etc), em plataformas eletrónicas, ou difusão de conteúdos, onde um individuo ou grupo pretendem, de forma deliberada e repetida, causar mal estar a outro.
É importante que pais, professores e amigos da vítima de bullying e cyberbullying estejam atentos aos sinais desta agressão, de que são exemplo o isolamento, tristeza, irritabilidade, depressão, transtornos de ansiedade, dor de cabeça, problemas de estômago, transtornos alimentares (falta ou excesso de apetite) diminuição do rendimento académico ou profissional, aumento das horas de estudo (atenção virada para uma tarefa); não querer estar com amigos e colegas, não querer sair de casa, não atender o telefone, pensamentos destrutivos, como desejo de morrer, entre outros.
Cortar com o cyberbullying passa por medidas como reportar a agressão (guardando as mensagens de cyberbullying), colocar o computador num local comum, não partilhar dados pessoais, mudar de e-mail, entre outros aspetos.

 

Joaquim de Carvalho comemora Dia dos Namorados
com ações contra a violência no namoro

A escola Secundária Dr. Joaquim de Carvalho comemorou, no âmbito do Projeto de Educação para a Saúde, em parceria com a Associação de Estudantes e em articulação com a PSP e a Unidade de Cuidados na Comunidade Farol do Mondego, o dia 14 de fevereiro, Dia dos Namorados, com uma atividade onde os relacionamentos entre os jovens foram o tema em foco, em que levar o jovem a dizer DIZER NÃO à violência no namoro foi a prioridade, refletindo sobre as relações saudáveis versus relações violentas.

Sensibilizar para a importância do estabelecimento de relações saudáveis, em que se respeita a individualidade, a privacidade e sobretudo a dignidade de cada ser humano e prevenir comportamentos agressivos foram os objetivos que sustentaram esta actividade. A comunidade escolar assistiu a um desfile, em que participaram vários pares de jovens (cada par composto por um agressor e uma vítima). Os intervenientes foram caracterizados por professores de Artes, retratando situações de agressão/violência. Um grupo de alunos acompanhou cada par com música ao vivo (alusiva à temática).
A mensagem veiculada por esta ação foi a de que comportamentos ameaçadores, manipuladores, agressivos e abusivos continuados ou pontuais não podem ser tolerados. Tendemos a desculpabilizar o agressor, argumentando com expressões do tipo: “ele faz isto porque gosta de mim” e silenciamos as agressões…. até que se atingem situações-limite, de grande vulnerabilidade emocional e/ou de violência física que colocam em risco a vida da vítima, com consequências traumáticas e devastadoras.
Na realidade cominuamos a constatar que, apesar de ser um crime público, sob a alçada do Ministério Público, os portugueses não denunciam todas as situações de violência no namoro (ou doméstica) por medo ou vergonha.
Em síntese, com esta atividade pretendeu-se sensibilizar para a importância da denúncia e fazer a prevenção de comportamentos agressivos (ninguém tem direito sobre o corpo de outrem; a mulher ou o homem não tem que aguentar agressões do namorado ou namorada, nada justifica a violência física ou psicológica)
A comemoração deste dia contou ainda com várias instalações e exposições sobre a temática do amor ou (des)amor.

 

Segurança Digital nas Escolas – Conhecer, refletir e prevenir

No dia 7 de fevereiro de 2017 celebrou-se o Dia da Internet Mais Segura. Ao longo dos anos, esta data, tornou-se um evento marcante no calendário da Segurança Digital, sendo atualmente comemorado em mais de 100 países e em todos continentes. À semelhança dos anos letivos anteriores, a convite da Equipa PESES (Projeto de educação para a saúde e sexualidade), a Polícia Judiciária dinamizou, no auditório da escola, uma sessão - Internet – Conhecer, refletir e prevenir, destinada aos alunos do 7º ano de escolaridade.
Temáticas relacionadas com a segurança digital permitiram introduzir ou reforçar os temas da segurança digital junto dos alunos de uma geração muitas vezes apelidada de “nativos digitais”. Foram abordados pelo inspetor Camilo Oliveira aspetos como correio eletrónico, utilização do chat, redes sociais, jogos online, cyberbullying, navegação em segurança, cidadania digital, pirataria, entre outros.
Existe uma linha de internet segura (800 21 90 90) e um mail (linhainternetsegura@internetsegura.pt) que presta apoio confidencial e anónimo a jovens, pais e professores sobre questões relacionadas com o uso das tecnologias.
Em jeito de reflexão, deixamos aqui alguns títulos de notícias recentes: Jovens correm riscos em excesso na net; Bruxelas constata que crianças com idades cada vez mais baixas utilizam redes sociais; Crianças passam em média 88 minutos por dia online.

 

Igualdade de Género

Homens e mulheres - (des)igualdades?
Procurando ir ao encontro de um dos objetivos gerais do projeto PESES (Projeto de educação para a saúde e sexualidade) da Escola Secundária Dr. Joaquim de Carvalho - distinguir entre identidade de género e identidade sexual: consciencializar os alunos para os papéis masculinos e femininos na sociedade, tradição e mudança – Foram realizadas duas sessões sobre “Igualdade de género”, destinadas a alunos do 9º ano, dinamizadas no auditório da escola pelo Doutor Daniel Cardoso, professor da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e da Universidade Lusófona.

Numa abordagem coloquial e tendo como mote o calão que os alunos usam numa perspetiva de género “masculino” e “feminino”, o dinamizador convidou os mesmos a uma reflexão sobre significância de algumas palavras, partindo do seu sentido etimológico e/ou a sua “estória”. Posteriormente a esta discussão, demonstrou que os papéis socais associados aos géneros têm, ainda hoje, arraigados estereótipos para os quais urge equacionar a rutura, de forma a conseguirmos a tão almejada sociedade mais equitativa e igualitária, naquilo que são as diferenças, as minorias, o ser-se “homem” ou ser-se “mulher”.

A linguagem é a forma como nos expressamos, como pensamos, como vivemos o mundo. No entanto, isso não quer dizer que consigamos sempre perceber o alcance de tudo o que dizemos, ou de tudo o que fazemos - se assim fosse, não existiriam mal-entendidos. E tal como cada pessoa tem uma história por detrás de si, também as palavras e as ideias têm histórias, mesmo aquelas que usamos todos os dias, da forma mais automática possível. A partir destes princípios, Daniel Cardoso olhou para uma categoria de palavras usada frequentemente - os insultos - a partir de uma perspetiva de género, e de como a ideia de "masculino" e "feminino" funciona de forma diferente na nossa língua, e como mesmo insultos que parecem dirigidos a rapazes são, na verdade, feitos através de referências a elementos femininos. Para além disso, Daniel Cardoso também mostrou como as experiências do dia-a-dia são diferentes consoante a sociedade nos vê como rapazes ou raparigas, e que algo tão simples como andar na rua à noite pode ser muito diferente. Como essa diferença tem que ver com experiências muito específicas, a linguagem não basta para a compreender totalmente, ou para a explicar a quem nunca passou por ela. Assim, é preciso que toda a gente desenvolva a capacidade de escutar as outras pessoas no campo das suas experiências específicas, e que leve a sério o significado de "empatia" - sofrer com - de forma a que o sofrimento de pessoas de grupos socialmente discriminados possa ser ouvido com atenção, e possa levar a mudanças sociais.

 

+ NATAL = + PARTILHA

E os alunos diziam, em tom de despedida de festa, esperamos que se tenham divertido tanto como nós, que tenham recebido tanto como nós…

Celebração e partilha foram experiências vividas neste Natal na nossa escola – a família Joaquim de Carvalho. A comunidade educativa respondeu ao convite e a festa da celebração natalícia aconteceu.

Fomos presenteados com o pinheiro de natal, feito de flores que já tinham sido garrafas, com a lareira que aqueceu três famílias com bens aí depositados para o enriquecimento de cabazes de Natal, com a música e os cânticos natalícios com que um grupo 16 de alunos nos envolveu, com o presépio feito por alunos em modo de estátua viva, que encantou e emocionou quem viu, e por fim, com o lanche intercultural de degustação natalícia. Os pais prepararam bolos e fritos e vieram com os seus filhos, os funcionários e professores estiveram também presentes com várias especialidades culinárias.

Acreditamos que a escola deve ser também isto – um espaço de aproximação, de afetos, de partilha e solidariedade, um espaço onde se aprende a olhar o outro, com outros olhos, os olhos da humanização.
A equipa de Educação para a Saúde e de Educação para a Cidadania agradece a todos os que responderam ao convite e se disponibilizaram a partilhar, fazendo votos de Boas Festas e Feliz Ano 2017.

 

Dia da Alimentação 2016 - Somos o que Comemos

No âmbito da comemoração do Dia mundial da alimentação, efeméride comemorada no passado domingo, dia 16 de outubro, tiveram lugar na Escola Secundária Dr. Joaquim de Carvalho um conjunto de atividades temáticas.

Os alunos do 7º e 9º anos de escolaridade, no âmbito da disciplina de Educação Visual, e os alunos das turmas de Artes do 12º ano, nas disciplinas de Oficina de Artes e Desenho A, dando “asas” à sua imaginação, elaboraram alimentos bastante coloridos e apelativos, que estão expostos no bar e no átrio da Escola. Desta forma, procurou-se sensibilizar a comunidade educativa para a importância da alimentação rica e variada como garante de saúde e qualidade de vida.

E porque de forma lúdica também se aprende, no dia 17 de outubro realizou-se um peddy paper, para alunos do 8º ano. Constatamos que há alunos que não conseguiram identificar através do tato alimentos tão prosaicos como dióspiro ou abóbora. Já em relação ao paladar, pareceu-nos terem um gosto bastante aprimorado. Escrutinadas as equipas vencedoras, citamos os felizes vitoriosos: 1º lugar – equipa nº 6, constituída pela Mariana Santos, Catarina Santos e Gabriela Santos, alunas do 8º C, com 41 pontos (e muita cenoura comida); 2º lugar – equipa nº 12, constituída pelo Henrique Sousa, Rafael Coelho e André Henriques, alunos do 8º D, com 40 pontos e em 3º lugar – equipa nº 7, constituída pelos alunos Diogo Serra, Francisco Godinho e João Rito, do 8º A, com 39 pontos somados.

No intervalo da manhã do dia 18 de outubro, terça-feira, os alunos do 7º ano de escolaridade foram distinguidos com uma merenda saudável. Essa merenda estendeu-se depois aos restantes alunos da Escola. A comunidade educativa foi também convidada a consumir uma maçã no seu lanche, seguindo a velha máxima "An apple a day keeps the doctor away”.

O dia 16 de outubro marca o dia da fundação da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), em 1945. A celebração do Dia Mundial da Alimentação foi estabelecida em novembro de 1979 pelos países membros na 20ª Conferência da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO). Em 2016 o tema do Dia Mundial da Alimentação é: "O clima está a mudar: a comida e a agricultura também devem mudar”. Estima-se que o número de habitantes do planeta vai ultrapassar os nove bilhões de pessoas em 2050 e que a produção mundial de alimentos vai ter de aumentar em 60% para conseguir dar resposta às necessidades alimentares da população mundial. O grande desafio da humanidade será conseguir assegurar a existência de recursos naturais como solos e água, para produzir alimentos para esta população mundial que não cessa de aumentar.

Como cidadãos responsáveis devemos refletir sobre os nossos atuais perfis de consumo alimentar considerando, por um lado, o problema de sustentabilidade global do planeta e, por outro, a relação entre consumo excessivo de hidratos de carbono e gorduras (lípidos) e o aumento do risco de doenças cardiovasculares, cancro, obesidade, diabetes ou colesterol.

Eis a dúvida: será que se impõe a construção de um novo paradigma alimentar?

Alguns links da Direção Geral de Saúde, muito úteis:

http://www.alimentacaosaudavel.dgs.pt/

- 10 boas razoes para comer sopa

- sugestoes para cozinhar com menos gordura

- dieta mediterranica como implementar

 

PRIMAVERA SOLIDARIA - CABAZES

A equipa de Educação para a Cidadania e dos SPO's agradecem a toda a comunidade educativa a contribuição para os cabazes da Primavera Solidária. Estes permitirão que duas famílias se sintam mais aconchegadas.

Esperamos que a onda de solidariedade se mantenha ao longo dos 365 dias do ano, até porque gostaríamos de aumentar Sorrisos e a Felicidade de mais famílias no próximo ano letivo!


Sentido agradecimento e até breve!
A TSSS dos SPO's e Coordenadora do PES/ES
Ana Sofia Pereira e Madalena Monteiro

 

GUIA DE RECOMENDAÇÕES

Este guia de recomendações resulta do trabalho realizado pelos/as alunos/as finalistas do 12º ano da Escola e proposto pela Equipa de Rua da Associação Fernão Mendes no âmbito das sessões de informação/sensibilização/prevenção que decorreram no 2º e 3º período letivo.

GUIA DE RECOMENDAÇÕES

 

Joaquim de Carvalho Envolve-se Com o Coração…

“Almofada de Coração”

Diretor da Esc. Dr. Joaquim de Carvalho assina protocolo com Projeto “Almofada de Coração”

O Projeto Educativo da Escola Secundária Dr. Joaquim de Carvalho pressupõe o desenvolvimento psicossocial do(a) aluno(a), maximizando competências e comportamentos de cidadania, pelo que a Escola, por meio do trabalho desenvolvido pela Equipa do Projeto de Educação para a Saúde, a Técnica Superior de Serviço Social e a Disciplina de Educação para a Cidadania, se associou à causa solidária do Projeto “Almofada de Coração”.

Nascido nos Estados Unidos, o Projeto desenvolveu-se no Brasil e, com o impulso dado pelo movimento Outubro Rosa, depressa ganhou uma página no facebook “Almofada de Coração - Outubro Rosa – 2015”. Chega a Portugal, pelas mãos de uma figueirense, Maria de Lurdes Mourão de Sousa, que, com o seu espírito altruísta, rapidamente reúne esforços para criar parcerias e protocolos de colaboração, para que o “Almofada de Coração” se torne numa verdadeira causa solidária e de interesse universal.

Hoje, a Almofada de Coração é usada por milhares de pacientes com diagnóstico de cancro de mama. A almofada é projetada para ser colocada debaixo do braço para aliviar a dor da incisão cirúrgica; reduzir o inchaço linfático provocado pela cirurgia; diminuir a tensão nos ombros; ser usada debaixo do cinto de segurança do carro para proteger contra eventuais golpes.

A Escola Joaquim de Carvalho é a primeira a nível nacional a Envolver-se com o Coração…, assinando um protocolo de colaboração com este Projeto, com a finalidade de contribuir para a formação de cidadãos ativos, intervenientes, solidários e respeitadores de princípios e valores.

O Projeto de Educação para a Saúde incluirá, no seu plano anual, atividades que procurarão, em articulação com a Equipa de Cidadania e a Técnica Superior de Serviço Social dos SPO’s, envolver toda a comunidade educativa para que esta nobre causa tenha a amplitude desejada!

 

Joaquim de Carvalho em Primavera Solidária

Desfile de chapéus e cabazes solidários

Durante o mês de maio, as flores vão colorir o espaço da Escola Secundária Dr. Joaquim de carvalho, trazendo cor e afetos!

O antes... O durante... Os chapéus...

Como esta é uma época de renovação com diferentes tons, maior luminosidade e alegria, neste cenário, esta quarta-feira, 18 de maio, deram se as boas vindas a esta estação com um desfile de chapéus floridos, no exterior da escola. Este acessório foi o ator principal e refletiu a criatividade primaveril de cada modelo! Toda a comunidade escolar foi convidada a participar neste evento, com o seu chapéu decorado de flores, tendo respondido com grande entusiasmo e tendo proporcionando um momento de interação e partilha muito animada e colorida. Esta iniciativa, da responsabilidade da equipa do Projeto de Educação para a Saúde e Educação Sexual, dos Serviços de Psicologia e Orientação e da Associação de Estudantes, levou alunos, professores, equipas técnicas e pessoal não docente a colaborar, reutilizando materiais, dando-lhe um cunho primaveril. Agradecemos a todos os que nos ajudaram a concretizar este projeto - na produção, montagem, preparação do jardim e concretização do desfile e, em especial às duas auxiliares da ação educativa da área de Físico-Química que, ao longo de vários meses, abdicaram das suas horas livres para produzirem mais de 1500 flores que coloriram o nosso jardim.

Depois de tanta chuva… a Primavera iluminou de novo o espírito da Escola, convidando à reflexão, partilha e entreajuda. Deste modo, toda a comunidade educativa foi também convidada a contribuir com donativos e/ou bens alimentares para cabazes da Primavera Solidária, destinados a famílias em vulnerabilidade socioeconómica da escola, que poderão ser entregues, até ao dia 31 de maio, ao diretor(a) de turma ou junto do balcão da receção da escola.


PRIMAVERA SOLIDÁRIA

Enfim, a Primavera chegou!

Esta é uma época de renovação com diferentes tons, maior luminosidade e alegria…
Durante o mês de maio as flores vão colorir o espaço da nossa escola, trazendo cor e afetos! É neste cenário que se darão as boas vindas a esta estação, com um desfile de chapéus. Este acessório será o ator principal, onde cada participante refletirá a sua criatividade primaveril!

Convidamos a comunidade escolar a participar neste evento, que terá lugar no dia 18 de maio, próxima quarta-feira, com o seu chapéu decorado, no intervalo das 09h 55min às 10h 15min junto ao balcão da receção da escola.

Depois de tanta chuva… a Primavera ilumina de novo o espírito, convidando-nos à reflexão, partilha e entreajuda. Como tínhamos prometido no Natal, voltámos! apelando de novo à vossa colaboração.

Convidamos toda a comunidade educativa a contribuir com donativos e/ou bens alimentares para os referidos cabazes da Primavera Solidária, que poderão ser entregues, até ao dia 31 de maio, ao diretor(a) de turma ou junto do balcão da receção da escola.

 

Orientação Sexual - “Ex-aequo

Divididos por três sessões de 90 minutos durante a manhã do dia 20 de abril, os alunos do 12º ano, tiveram oportunidade de participar e colocar questões sobre a temática da “Orientação Sexual”. Com um discurso claro, objetivo e assertivo, os técnicos de saúde cativaram os alunos que interagiram de forma bastante entusiasmada.

 

“Álcool na Adolescência - usos e abusos”

Um convite à reflexão…

Os nossos alunos do 12º ano estão de volta da sua viagem de finalistas. Depois das primeiras sessões, dinamizadas pela AFMP, no âmbito da prevenção de comportamentos de risco - “Álcool na Adolescência- usos e abusos”, no 3º período os técnicos desta associação dinamizaram em cada turma uma segunda sessão de reflexão sobre as experiências vividas.
Promover, nos nossos jovens, o desenvolvimento de uma consciência crítica, a autorresponsabilização e a tomada de decisões conscientes face a comportamentos de risco foi a meta que se pretendeu atingir com esta atividade extracurricular.

 

“Jovens em Segurança - medidas de autoproteção para riscos naturais (sismos, …) e tecnológicos (industriais, …)”

A prevenção é o primeiro passo para a segurança

Sob o mote da prevenção, conhecendo os riscos naturais e mistos a que somos suscetíveis e estamos expostos, a equipa dos PESES da escola convidou a equipa do serviço municipal de proteção civil para dinamizar um conjunto de sessões de esclarecimento/sensibilização sobre esta temática, destinadas às turmas do 7º ano de escolaridade. É através da adoção de comportamentos/medidas assertivas de prevenção e atuação em situações de catástrofes/emergências que podemos minimizar a vulnerabilidade das pessoas e dos seus bens, mitigando danos.

Os alunos, partindo do seu kwon how e savoir faire, interagiram com o nosso convidado, agente da proteção civil do nosso concelho, João Nascimento, que num discurso fluído e experienciado, cativou os alunos para o tema e acrescentou seguramente mais conhecimento à bagagem dos interlocutores. Foi também distribuída aos alunos uma brochura com medidas de prevenção e de atuação para cada risco concetualizado.

A equipa do PESES agradece a disponibilidade do especialista convidado.

Para mais informações podem consultar o site:

http://www.cm-figfoz.pt/smpcb/O_PMEPC.html

 

"Suporte Básico de Vida" - Atividade dinamizada para alunos do 9º ano

Bombeiros Voluntários da Figueira da Foz

No âmbito da disciplina de Ciências Naturais e do PESES, foram dinamizadas pelos Bombeiros Voluntários da Figueira da Foz, nos dias 14 e 15 de março, ações de formação subordinadas à temática "Suporte Básico de Vida", junto dos alunos do 9º ano de escolaridade. Todos os alunos executaram as técnicas de suporte básico de vida, manifestando interesse e motivação.

 

Prevenir para não remediar…
Álcool – Riscos associados ao seu consumo
12º ano - Viagem de Finalistas

Porque se aproximam as viagens de finalistas dos nossos alunos e porque cabe (também) à escola e ao projeto PESES (Projeto de Educação para a Saúde e Educação Sexual) a importante missão de prevenção de comportamentos de risco com implicações na saúde dos jovens, levaram-se a cabo, no auditório da escola, durante estas duas últimas semanas, as primeiras sessões (de noventa minutos) destinadas a alunos do 12º ano, dinamizadas pela Dra. Raquel Costa (Equipa de Rua da Associação Fernão Mendes Pinto) subordinadas ao tema “Álcool na Adolescência- usos e abusos”. Em cada turma será ainda dinamizada no início do 3º período uma segunda sessão de reflexão sobre as experiências vividas.

Através de várias dinâmicas, a moderadora analisou e definiu os comportamentos relacionados com uso e abuso do álcool que comprometem a saúde dos jovens procurando, desta forma, promover a autorresponsabilização e a tomada de decisões conscientes no que toca à sua saúde, através do desenvolvimento de uma consciência crítica face a este tipo de comportamentos de risco.

Se olharmos para as estatísticas os números assombram-nos e não avalizam em favor do trabalho preventivo que pais, educadores e escola (em conjunto) têm que levar a cabo. Os últimos dados da OMS (Organização mundial de saúde) posicionam Portugal na 11ª posição do consumo de álcool per capita – portugueses (com mais de 15 anos) consomem em média 13 litros de álcool por ano, o que equivale a 3 bebidas alcoólicas por dia. Portugal é também, numa lista de 29 países da Europa, um dos poucos que tem autorizada a venda de álcool a jovens com menos de 18 anos.

Urge portanto reavaliar todos os fatores que possam diminuir o consumo de álcool (regras de publicidade, idade mínima para consumo legal de álcool, taxa de alcoolemia , taxas do preço das bebidas…), sob pena de continuarmos a ter aumento da incidência de cancros relacionados com o consumo de álcool (aparelho digestivo), de mortes rodoviárias provocadas pelo álcool no nosso país…

Convidamos os pais/encarregados de educação à reflexão e sugerimos a leitura do seguinte guião elaborado pela dinamizadora das sessões.

Guião para Pais e Mães

 

Educar para a Saúde através da… ARTE

No âmbito do projeto/turma de Educação para a Saúde e Educação Sexual, o professor Rui Fonseca desenvolveu com os alunos do 10º ano de Artes da turma H, trabalhos que se encontram expostos no átrio da escola. As obras desenvolveram-se no âmbito da disciplina de Desenho A e a área de exploração, foi a Banda Desenhada.

O trabalho criativo destes jovens resulta do olhar atento sobre a realidade e, através de técnicas e sensibilidade artística, contribuiem para a formação de cidadãos conscientes e críticos. Violência em meio escolar, Comportamentos de risco, Prevenção e consumo de substâncias psicoactivas, Educação sexual e infeções sexualmente transmissíveis (IST) e Saúde mental, foram alguns dos temas abordados pelos alunos. A ideia central do trabalho teve como objetivo, provar a hipótese de que para melhor se trabalhar a Educação Sexual na escola se pode apelar à criatividade e que esta pode ser um veículo, não só de informação, mas também de formação e prevenção de comportamentos. O trabalho de pesquisa e reflexão que antecede a obra pressupõe uma busca de sentido por parte do jovem autor.

 

Internet - Riscos “Conhecer, refletir e prevenir”

PESES

A escola dinamizou uma sessão de informação/prevenção sobre criminalidade sexual contra crianças e jovens no âmbito da telecomunicação e informática. As turmas do 7º ano receberam no auditório o inspector Camilo Oliveira, da Policia Judiciária de Coimbra. Esta atividade foi realizada no âmbito do PESES e os professores acompanharam os seus alunos.

 

COMEMORAÇÃO DO DIA DOS NAMORADOS

A escola celebra o amor

“Amo como ama o amor. Não conheço nenhuma outra razão para amar senão amar. Que queres que te diga, além de que te amo, se o que quero dizer-te é que te amo?”

Fernando Pessoa

A Associação de Estudantes, a equipa de Educação para a Cidadania e do PESES, juntos, deram as mãos, abraçaram a causa e distribuíram afetos a toda a comunidade escolar. O palco e o vermelho criaram o ambiente a música animou e, enfim, celebrou-se o amor saudável. Subordinada à temática fez-se a ainda distribuição de correio pelos alunos nas várias turmas, foi oferecido material informativo e registaram-se momentos fotográficos com atribuição de prémio à melhor fotografia romântica.

 

EDUCAÇÃO PARA A CIDADANIA
Agradecimento - Cabazes de Natal

A equipa de Educação para a Cidadania e dos SPO's agradecem o espírito natalício de todos(as) aqueles(as) que contribuíram para os nossos Cabazes de Natal e que permitiram que quatro famílias se sentissem mais aconchegadas e com um outro brilho, neste Natal!

Esperamos que o espírito natalício e a onda de solidariedade se mantenham ao longo dos 365 dias do ano, até porque gostaríamos de aumentar Sorrisos e a Felicidade de mais famílias!
Sentido agradecimento e até breve!
A TSSS dos SPO's e Coordenadora da EC,
Ana Sofia Pereira e Madalena Monteiro.


Álcool na Adolescência – Usos e Abusos

Mais uma vez a escola cumpriu a sua função não só de informar mas também formar. Reconhecendo que a adolescência muitas vezes carece de informação relevante, no âmbito do projeto PESES, foi proporcionado a todos os alunos do 7º ano da nossa escola uma atividade subordinada ao tema “Substâncias Psicoativas - tabagismo/alcoolismo”. Esta atividade foi dinamizada por técnicos de saúde em cada uma das turmas do 7º ano de escolaridade, e teve como principal objetivo a informação e a prevenção para o consumo de álcool e tabaco. Na aula de Educação para a Cidadania seguiu-se, sobre esta atividade, um momento de reflexão e avaliação de comportamentos.


EDUCAÇÃO PARA A CIDADANIA
Porque a escola não tem idade…

No dia 14 de Dezembro a nossa escola abriu a porta aos avós para que juntamente com os alunos se promovesse um verdadeiro Diálogo Intergeracional. Na disciplina de Educação para a Cidadania, o professor Marco Jesus e a turma do 7º E receberam os avós de alguns dos nossos alunos que enriqueceram o momento partilhando as suas vivências e saberes.

Os “netos” por sua vez agradeceram com uma pequena homenagem dinamizando atividades surpresa que prepararam para apresentar aos avós…

Um momento a registar e a repetir.

 

EDUCAÇÃO PARA A CIDADANIA
CABAZ DE NATAL
"Ajude-nos a ajudar. Vamos juntos distribuir sorrisos."

Aproximando-nos do Natal, tempo de alegria, partilha e fraternidade, de esperanças renascidas para a paz, o entendimento e a generosidade, vimos desta forma, imbuídos no espírito natalício, apelar à vossa colaboração nesta missão de solidariedade que queremos levar a cabo. No âmbito da disciplina de Educação para a Cidadania, e em colaboração com os SPO’s, a nossa escola pretende levar algum conforto a algumas famílias dos nossos alunos. Para que esse objetivo se concretize convidamos toda a comunidade Educativa a contribuir com donativos - bens alimentares - (azeite, conservas, bacalhau, bolo rei, açúcar, leite, massas, bolachas, etc). A recolha dos bens será feita pelo diretor de turma até ao último dia de aulas.
Ajude-nos a ajudar. Vamos juntos distribuir sorrisos.

 

EDUCAÇÃO PARA A CIDADANIA
“Cidadania - Educação para os valores”

A Associação Fernão Mendes Pinto dinamizou, ao longo do primeiro período letivo, atividades que tiveram como destinatários as turmas do 7º e 8ºanos de escolaridade. Estas sessões decorreram no âmbito da disciplina de Educação para a Cidadania e exploraram a temática do “saber estar” e da disciplina - “Cidadania - Educação para os valores”, O objetivo principal foi ao encontro do Projeto Educativo da escola e visava contribuir para a formação de jovens através do desenvolvimento de atitudes e da promoção de valores como respeito, liberdade, responsabilidade, dever, direito, tolerância, solidariedade e civismo.

 


“VIVER EM ALEGRIA“ Dinamiza Ações de Sensibilização para Jovens do 12º ano

No âmbito do projeto socioeducativo “Ser para Crescer”, desenvolvido pela Associação Viver em Alegria e patrocinado pela Fundação Auchan para a Juventude, a Equipa PESES em colaboração com os SPO’s da Escola calendarizaram diferentes sessões centradas na temática “Depressão e Suicídio na Adolescência”, tendo como público-alvo todas as turmas do 12.º ano.


É na adolescência, período complexo e agitado, que os nossos jovens se veem confrontados com as alterações físicas e emocionais, preconizando, muitas vezes, uma transição difícil de gerir e ocasionando angústia, medo, confusão, isolamento, depressão e ideação suicida. As tentativas de suicídio, na sua maioria, ocorrem na sequência de um estado depressivo, no entanto, jovens entre os 14 e os 15 anos afirmam sentir alguns sintomas de depressão, podendo ser difícil reconhecer a dimensão do problema. Assim, pretende-se que estas sessões sensibilizem os jovens para as problemáticas da depressão e do suicídio; reconheçam os sintomas e sinais de alarme da depressão em adolescentes e identifiquem os fatores de risco e os fatores protetores no âmbito do suicídio, bem como os sinais de alarme.

A TSSS dos SPO’s, Ana Sofia Pereira


A ABRAÇO dinamizou atividade para alunos do 9º ano

Apesar de todos os esforços diários, em Portugal, uma em cada três pessoas potencialmente infetadas com VIH desconhece que se encontra nesta situação, potenciando-se novos casos de infeção e pondo em causa a vida dos que já estão infetados e não sabem ou o risco de reinfeção para os que sabem.

 

Este conhecimento exige-nos uma responsabilidade acrescida para lutar e contrariar os dados que colocam Portugal na terceira pior posição em matéria de novas infeções no contexto europeu, onde apenas está à frente da Estónia e da Letónia. Se queremos reduzir e prevenir a transmissão do VIH em Portugal e, por conseguinte, na Europa temos de investir na prevenção, aconselhamento e despistagem. Só dessa forma podemos garantir o diagnóstico precoce, bem como o acesso e a adesão ao tratamento, diminuindo os números de diagnósticos tardios e melhorando os resultados do tratamento a longo prazo.


“SOMOS O QUE COMEMOS”
Comemoração do Dia Mundial da Alimentação - Educar para os bons hábitos…

No âmbito da comemoração do Dia Mundial da Alimentação na manhã do dia 16 de outubro, sexta-feira, os alunos do 7º ano irão ser agraciados, também em jeito de boas vindas, com uma merenda saudável. A comunidade escolar terá à sua disposição uma exposição de trabalhos com informação sobre as características nutricionais e benefícios para a nossa saúde de alguns alimentos que consumimos.

Comer como todos sabemos, não se confina à ingestão de alimentos, é sobretudo um ato social e cultural. É também nessa socialização que deve ter lugar, a educação do nosso paladar, porque este também se educa desde a tenra idade, quando por exemplo, os progenitores introduzem novos alimentos na dieta alimentar das crianças, aos quais estas se vão habituando. É nesta fase que tem início o papel preponderante dos pais na educação alimentar dos seus filhos.

Os estudos recentes da Organização Mundial de Saúde sobre vários indicadores posicionam os adolescentes portugueses em lugares cimeiros no que toca ao consumo de fruta e toma de pequeno-almoço, mas na prática de exercício físico e no excesso de peso ocupamos um lugar na lista (mundial) bem longe do ideal. O problema da obesidade e excesso de peso nos jovens tem merecido a atenção dos especialistas, que alertam para o aumento do número de casos em Portugal.

A intervenção dos pais/encarregados de educação é também aqui decisiva, através do incentivo a um estilo de vida ativo, consumado na prática regular de exercício físico, que não tem que passar sempre por um desporto estruturado ou até de competição. Convidar os filhos para andar de bicicleta, fazer uma caminhada em família, passear junto à praia, experimentar novas modalidades desportivas, ajuda os nossos jovens sedentários a ganharem o gosto pelo exercício, com claros benefícios na sua qualidade de vida. Valerá a pena lembrar que a nova pirâmide alimentar, para além de reformulações no tocante à quantidade, ao tipo e a distribuição dos alimentos, devido ao aumento dos casos de obesidade, propõe ainda a diminuição de calorias diárias ingeridas e a inclusão da atividade física (30 minutos diários).

Num mundo globalizado, em que os padrões alimentares fast food (norte-americanos) começam a ganhar espaço nas nossas mesas, devemos contrapor urgentemente, a bem da nossa saúde (e do nosso desenvolvimento sustentável), a slow food. Um bom exemplo é a dieta mediterrânica, património imaterial da humanidade desde 2014 pela UNESCO. Trata-se de um conjunto de hábitos alimentares saudáveis que, fazendo parte do nosso património civilizacional, poderão ser resgatados para as nossas cozinhas e integrar a nossa rotina gastronómica (refeições principais com cereais pouco refinados, abundância de produtos hortícolas, uma/duas peças de fruta, bastante água, lacticínios (de preferência magros), sal em quantidade moderada, redução do consumo de carnes vermelhas,….).


Alguns links da Direção Geral de Saúde, muito úteis:

10 boas razões para comer sopa

Sugestões para cozinhar com menos gordura

Como Implementar?


Unidade de Cuidados na Comunidade Farol do Mondego

Somos a unidade do Centro de Saúde da Figueira da Foz / Buarcos que desenvolve vários projetos de promoção da saúde e prevenção da doença na população do concelho da Figueira da Foz, incluindo no meio escolar.

No âmbito do Projeto de Educação para a Saúde e Educação Sexual, realizamos intervenções para a população escolar, abrangendo vários temas como a prevenção da violência no namoro, educação sexual, prevenção de consumo de substâncias psicoativas, estilos de vida saudáveis, etc.

Estaremos no Gabinete de Apoio ao Aluno, (na primeira sexta-feira de cada mês das 14:00 às 15:00) para dar resposta a todas as dúvidas que tenhas. Vem falar connosco!!!

Mês
Out
Nov
Dez
Jan
Fev
Mar
Abr
Mai
Dia
2
6
4
Férias
5
4
Férias
6

Podes também enviar as tuas questões para escoladeduvidas@gmail.com ou para a página do Facebook – escoladeduvidas.

Podes ainda vir ao Centro de Atendimento a Jovens (CAJ), às 2ªf e 5ªf das 16,30h às 18,30h, na rua Vasco da Gama, 124.


PESES - Nova Imagem

PROJETO DE EDUCAÇÃO PARA A SAÚDE E EDUCAÇÃO SEXUAL tem novo logotipo e novos pictogramas identificadores das áreas de intervenção.

A prova de que a escola é um verdadeiro espaço de interacção e partilha de saberes resultou no novo logotipo do projecto PESES e nos quatro pictogramas identificadores de cada área de intervenção. Foi lançado o desafio aos alunos do 12º I, na disciplina de Design Comunicação e Audiovisuais, orientados pela professora Adélia Batata. Dando asas à criatividade e empenho, todos os jovens criadores apresentaram os seus projetos. O júri constituído pelos professores que constituem a equipa de trabalho do PESES selecionaram os seguintes trabalhos:

- Logotipo do projecto PESES – do aluno Jorge Oliveira, nº 10, 12º I

- Pictogramas identificadores das áreas de intervenção do PESES – da aluna Fabiana Gil nº 7, 12º I

Fica o agradecimento ao empenho e dedicação dos alunos e professora que trabalharam neste projeto ao longo do ano letivo.

 

PESES - Proteção Civil

“Jovens em Segurança - Medidas de autoproteção para riscos naturais (sismos, …) e tecnológicos (industriais, … )”

No âmbito do PESES, foram realizadas, na disciplina de educação para a Cidadania, sessões sobre medidas de autoproteção para riscos.
Estas sessões foram dinamizadas, por técnicos da Proteção Civil, em todas as turmas do 7º ano. E teve como principal objetivo a informação e prevenção dos nossos jovens.

 

PESES - Álcool na Adolescência – Usos e Abusos

Está a decorrer na escola durante os meses de abril e maio a segunda sessão da atividade subordinada ao tema “Álcool na adolescência- usos e abusos”.

Esta atividade realiza-se em todas as turmas do 12º ano e as sessões, dinamizadas pela Associação Fernão Mendes Pinto, desenvolvem-se no âmbito do Projeto de Educação para a Saúde. Após uma primeira sessão de esclarecimento que antecedeu a viagem de finalistas, esta segunda sessão pretende ser uma reflexão e avaliação sobre atitudes e comportamentos. Todos os alunos têm a oportunidade de proceder a uma auto-análise percebendo e reconhecendo o limite dos seus usos e o deslize para os abusos. Uma consciencialização e responsabilização de comportamentos que contribuirá com certeza para o desenvolvimento integral dos alunos enquanto pessoas e cidadãos.

 

PESES - TABAGISMO

No âmbito do Projeto de Educação para a Saúde estão a decorrer, durante os meses de abril e maio, sessões subordinadas ao tema “Tabagismo”. Estas sessões, com a duração de 90 minutos, são dirigidas aos alunos do 11º ano de escolaridade e são dinamizados por técnicos de Saúde em todas as turmas. O objetivo principal é sensibilizar os alunos para os riscos inerentes ao consumo de tabaco. Mais uma vez a escola aposta numa dinâmica de interação entre a informação e a formação como resposta às exigências dos alunos enquanto indivíduos em construção.

 

PESES - Álcool na Adolescência – Usos e Abusos

Mais uma vez a escola cumpriu a sua função não só de informar mas também formar. Reconhecendo que na adolescência muitas vezes se desconhece a barreira que separa os usos dos abusos, e tendo no horizonte a viagem de finalistas que se aproxima, no âmbito do projecto PESES, foi proporcionado a todos os alunos do 12ºano da nossa escola uma atividade subordinada ao tema “Álcool na adolescência- usos e abusos”. Esta atividade é dinamizada pela Associação Fernão Mendes Pinto e pressupõe a realização de duas sessões distintas. A primeira sessão está a decorrer durante o mês de março (antecede a viagem de finalistas) e tem como principal objetivo a informação e a prevenção para o consumo excessivo de álcool. A segunda sessão terá lugar no 3º período lectivo, após a viagem de finalistas e servirá como momento de reflexão e avaliação de comportamentos.”

 

Dia dos Namorados

Porque o amor se celebra

Porque o amor se celebra todos os dias, e em particular no dia de S. Valentim, a Escola Secundária Dr. Joaquim de Carvalho também se adornou para festejar o Dia dos Namorados. Entre corações vermelhos e pensamentos de amor, o átrio da escola tornou-se mais romântico e enamorado. Destacaram-se os cartazes e slogans de prevenção contra a violência no namoro, apelando a um amor saudável. A mensagem desta comemoração pode resumir-se nas sábias palavras de Pessoa “Amo como ama o amor. Não conheço nenhuma outra razão para amar senão amar.”.

 

Prevenção dos Acidentes nas Crianças e Jovens
BICICLETAS - SKATES - PATINS

PROMOÇÃO DO USO DE CAPACETE

Sessões subordinadas à temática turmas do 8º Ano dinamizadas pelo Dr. Ricardo Eufrásio, médico interno de saúde pública, da UNIDADE DE SAÚDE PÚBLICA FIGUEIRA DA FOZ.

Enquadradas no Projeto de Educação para a Saúde 2014/15, realizaram-se nos dias 14, 16 e 17 de outubro quatro sessões subordinadas à temática - “Prevenção dos Acidentes nas Crianças e Jovens -BICICLETAS - SKATES - PATINS - PROMOÇÃO DO USO DE CAPACETE”. Esta atividade decorreu em todas as turmas do 8º Ano e foi dinamizada pelo Dr. Ricardo Eufrásio, médico interno de saúde pública, da UNIDADE DE SAÚDE PÚBLICA FIGUEIRA DA FOZ.

Estes acidentes são um Problema de Saúde Pública em que os jovens são as principais vitimas tornando-se por isso urgente atuar tendo como objetivo promover o uso do capacete para prevenir danos maiores. Informar sobre causas, sinais e sintomas a ter em atenção, bem como as consequências destes acidentes na saúde do jovem foram alguns aspetos desenvolvidos.

Escola Comemora Semana da Alimentação

Viver bem implica comer bem. “Somos o que comemos” foi o mote para a ação de formação sobre alimentação saudável promovida pelo Projeto de Educação para a Saúde e destinada aos alunos do 7º ano de escolaridade.
Esta atividade contou com a colaboração da Drª Susana Montenegro, nutricionista que esclareceu os discentes sobre os melhores alimentos a selecionar para obter uma refeição equilibrada e saudável. Na sequência desta formação “teórica”, seguiu-se no dia 16 de Outubro, Dia da Alimentação, um lanche da manhã saudável no bar da escola.

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Os alunos do 7º ano tiveram à sua disposição alimentos que selecionaram, de acordo com a formação recebida, construindo o seu lanche saudável. Leite, iogurtes, sementes de linhaça, pão e fruta foram os alimentos oferecidos por várias empresas e que estiveram na base do lanche da manhã do 7º ano. Estes alimentos foram ainda oferecidos a todos os alunos da escola no primeiro intervalo da manhã. A comunidade escolar pode ainda saborear maçãs que durante todo o dia foram distribuídas. A nossa Escola promove assim hábitos de uma alimentação saudável, criando situações construtivas que auxiliam no desenvolvimento de competências capazes de favorecer o equilíbrio e o bem estar dos jovens e adolescentes.


PESES 2014 – Riscos - Conhecer, refletir e prevenir

 

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 


PESES 2014 – Riscos - Umbrella Party

 

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 


PESES 2014
Comemoração do Dia dos Namorados

A nossa escola realizou no passado dia 14 de fevereiro a celebração do dia dos namorados numa articulação entre a equipa do PESES, a Associação de Estudantes e os alunos de artes e de Alemão (exposição de trabalhos).

Integrado neste evento foram distribuídos materiais informativos sobre a temática, bem como um espaço de registo fotográfico, que implicava um concurso para a melhor fotografia com direito a um prémio que constava de um jantar no restaurante Caravela da cidade.

A associação de estudantes distribuiu correio pelos alunos nas várias turmas e a realizou uma emissão de rádio especial subordinada à temática.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CLUBE DE SAÚDE

Integrado no Projeto de Educação para a Saúde e Educação Sexual (PESES), está a funcionar na escola o Clube de Saúde com o seguinte horário:
4ªs feiras, das 14:45h às 15:30h, no Gabinete de Informação e Apoio ao Aluno (GUIAA-TE), sala PG2, no 2º andar.

O Clube é dinamizado pela Dra. Helena Cardoso, Médica, e pelas Enfermeiras Fátima Filipe e Fátima Claro, da UCC Farol do Mondego (Centro de Saúde da Figueira da Foz), e tem por finalidade formar alunos para intervirem junto dos seus pares. Tem a colaboração de sete alunos do 9º ano.

O Clube de Saúde tem como responsáveis:
- Os profissionais de saúde da UCC: Dra. Helena Cardoso, Enfermeiras Fátima Filipe e Fátima Claro;
- A Equipa PES/ES da escola

São objetivos do Clube:
- Capacitar os alunos do 10º ano para a educação pelos pares.
- Proporcionar aos alunos um contacto directo com aspetos relacionados com a saúde sexual e reprodutiva.
- Apoiar, encorajar e ajudar os outros, tanto dentro como fora da sala de aula
- Criar um espaço de partilha de saberes e opiniões, sob a égide da tolerância e respeito mútuo.
- Formar pelo menos 25% dos alunos aderentes ao projeto.

Os intervenientes são:
- coordenadores;
- alunos inscritos no clube;
- restante comunidade.

.


PESES 2014
“Sessões de Rastreios Visuais“

Foram realizadas as sessões de rastreios visuais, dirigida para as turmas do 7º ano de escolaridade, nos dias 5, 6 e 10 de dezembro, de 2013, pela equipa do Clube de Saúde Escolar.
Estas sessões foram bastante positivas no que diz respeito ao trabalho de esclarecimento, bem como nas atividades práticas decorrentes do assunto em análise. De registar a boa participação dos nossos alunos nos trabalhos desenvolvidos.


PESES 2014
“Sessões de Informação sobre SIDA“

Decorreu no dia 10 de dezembro de 2013, no Auditório Joaquim de Carvalho, da escola, duas sessões de informação sobre SIDA, dirigida para as turmas do 9º ano de escolaridade, tendo como orador o Dr. Sérgio Luís da Associação ABRAÇO.

 

A sessão foi muito dinâmica, tendo esta sido pautada por uma comunicação esclarecedora, interativa e participativa, sobretudo nas temáticas que são mais relevantes neste domínio, com o propósito de sensibilizar e alertar os jovens participantes para os riscos inerentes ao assunto da SIDA.


PESES 2013
“Comportamentos de risco - dependências“

No âmbito do projeto de educação para a saúde e educação sexual, estão a decorrer na escola, nas turmas do 9º ano, sessões dinamizadas pela Associação Fernão Mendes Pinto. Estas atividades, subordinadas à temática “Comportamentos de risco - dependências”, têm como objetivo formar jovens e prevenir comportamentos de risco. Sobre esta temática, esta associação em parceria com a escola e equipa do PESES, dinamizou ainda ao longo do ano sessões em turmas do ensino secundário 10º, 11º e 12º ano. Foram ainda levadas a cabo por esta associação, ao longo do ano letivo, atividades com alunos do 7º e 8º ano.


PESES 2013 - “Está nas tuas mãos, protege-te.”

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Corpo, afecto e sexualidade: uma experiência da abordagem da Sexualidade a partir das Artes.

No âmbito do Projeto de Educação Sexual da Turma, a professora Adélia Batata e os alunos de Artes Visuais, na disciplina de Oficina de Artes das turmas G e H do 12º ano, desenvolveram trabalhos subordinados à temática da contraceção. Toda a comunidade escolar pode apreciar estas criações, até ao dia 17 de maio, na exposição “Está nas tuas mãos, protege-te.”, que se encontra no átrio da escola junto ao bar.
A ideia central do trabalho teve como objetivo provar a hipótese de que para melhor se trabalhar a Educação Sexual na escola se pode apelar à criatividade e que esta pode ser um veículo, não só de informação, mas também de formação. Através dos trabalhos, os jovens mostraram que proteger-se está mesmo nas mãos de cada um de nós.

 

PESES 2013
“Dá-nos 5 minutos e nós damos-te uma vida“

Rastreio de doenças cardíacas
DINAMIZADORES: Equipa PESES, Serviço de Cardiologia do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra e Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra.

DATA: 29 e 30 de abril
Sabe-se atualmente que as doenças cardíacas estão entre as principais causas de morte nos jovens. Neste sentido, e no âmbito do projecto PESES, foi realizado nesta escola, nos dias 29 e 30 de abril, um rastreio de doenças cardíacas que teve como objetivo a deteção de patologia do foro cardiovascular em jovens.
Este foi constituído:
- pela resposta a um curto questionário de 7 perguntas (realizado sob forma informatizada)
- pela realização de um electrocardiograma
À luz dos conhecimentos atuais, cerca de 1 em cada 333 jovens têm doença cardíaca de risco, potencialmente tratável e que será detetada desta forma. Tratou-se de uma oportunidade de rastreio e avaliação cardiológica completamente gratuita, tendo sido a sua participação totalmente voluntária e devidamente autorizada pelos Encarregados de Educação. Estiveram envolvidas 25 turmas do 9º, 10º 11º e 12º anos e realizaram o exame 410 alunos.
As atividades foram levadas a cabo por elementos da equipa do PESES, do Serviço de Cardiologia do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra e Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra, estando autorizado pela Comissão Nacional de Proteção de Dados. Contou com o apoio da Administração Regional de Saúde do Centro, Instituto Português do Ritmo Cardíaco e Associação Portuguesa de Portadores de Pacemakers e Cdi’s.